Autora do artigo: Rosa Moreira, promotora do site A Cientista Agrícola

É incrível a quantidade de formas distintas de gestão da área do agronegócio. Neste artigo dou–lhe 5 razões pelas quais não pode deixar que esta oportunidade passe ao lado.

Faz parte das pessoas que veêm na área do agronegócio uma boa aposta? Então, é muito importante que leia com atenção este artigo e, dessa forma, perceba as razões pelas quais deve apostar na gestão agrícola da sua exploração.

É indiscutível que o mundo está em constante mudança, e consequentemente, mudou a forma como são vistos os negócios e, mais concretamente, o setor agrícola – em que nos debruçamos neste artigo. É importante salientar que, no que diz respeito à propriedade rural, é fundamental que o planeamento seja bem feito para  dessa forma minimizar, e se possível eliminar, inconvenientes e contratempos.

Quais são os tópicos fundamentais que não deve ignorar para colocar em prática uma gestão agrícola de excelência? Se quer ter os melhores resultados possíveis no seu projeto agrícola, preste atenção às razões que lhe dou abaixo para apostar mais na gestão da sua exploração agrícola.

1. Há uma tendência cada vez mais evidente para a aposta num mercado mais sustentável

A sustentabilidade é um dos grandes pilares do setor agrícola. Por essa razão, a gestão agrícola tem uma função muito importante, uma vez que se revela fundamental para contornar e controlar todas as questões relacionadas com as várias formas sustentáveis de implementar o seu plano de negócios. É MUITO IMPORTANTE QUE TENHA UMA VISÃO SUSTENTÁVEL DA PRODUÇÃO.

É imprescíndivel que o planeamento do seu negócio agrícola esteja assente sobre regras” que permitam preservar a natureza, garantindo a continuidade dos  seus recursos.

(Está a gostar de ler este artigo? Pode gostar da nossa newsletter.)

2. O  planeamento financeiro é imprescíndível

Tudo aquilo que é implementado numa determinada exploração agrícola, desde o início da fase produtiva a testes com uma nova variedade, ou também compra de produtos agrícolas, deve ser alvo de planeamento antecipado, respeitando, claro está, um planeamento financeiro ajustado e bem delineado.

É fundamental que exista um projeto idealizado ao detalhe desde a parte inicial – sendo, claro, acompanhado até à etapa final da colheita de uma cultura. Tal verifica-se uma vez que o investimento deve ser analisado com um foco principal nas possibilidades financeiras a curto, médio, mas também longo prazo.

O gestor agrícola deve ser um profissional que dá uma atenção especial aos custos de investimento, aos orçamentos do empreendimento, aos prazos de pagamento e, não menos importante, aos stocks de produtos agrícolas. Se quer evitar problemas relacionados com estes factores anteriormente referidos, DEVE APOSTAR NA GESTÃO AGRÍCOLA.

Leia também: 5 apps para melhorar a sua produção agrícola

3. O gestor agrícola deve monitorizar todos os passos da produção

É imprescíndivel que o produtor agrícola tenha um bom plano para monitorizar a produção do seu agronegócio. Só assim este profissional conseguirá avaliar, antecipadamente, se as decisões iniciais fazem sentido e se, a curto e médio prazo, o negócio está a conseguir os resultados que tanto anseia. Caso estes resultados não se verifiquem, é URGENTE mudar de estratégia – e este é o papel deste profissional de gestão agrícola: ficar atento à monitorização e gestão do agronegócio é um passo fundamental que não deve ser posto de lado.

4. O papel do gestor agrícola é delegar correctamente as funções para o seu agronegócio

As explorações agrícolas com áreas pequenas geralmente não possuem gestores especializados para cada área, sendo por isso a gestão  focada em apenas uma ou duas pessoas. Se a sua exploração agrícola já possui um tamanho relativamente grande e as responsabilidades estão a aumentar à medida do tempo, deve procurar delegar funções de gestão agrícola para garantir que todos os processos da sua exploração agrícola ocorram com eficiência.

Leia também: 3 razões para apostar em tecnologia de agricultura de precisão

5. A gestão agrícola não pode ser feita sem o uso da tecnologia

O mercado agrícola tem crescido consideravelmente, mas, para que tenha uma unidade de produção entre as melhores do setor agrícola, não se pode esquecer da gestão do seu agronegócio. É esta última que vai criar o ponto de encontro entre as mais diversas áreas do agronegócio, e isso inclui, claro, a tecnologia.

Nenhum negócio atualmente pode ignorar as ferramentas tecnológicas que auxiliam na gestão agrícola e, por essa razão, deve dar prioridade, também, à utilização de um bom software de gestão agrícola, que vai tornar mais fácil a tarefa de gestão da sua exploração agrícola, ajudando dessa forma  a aumentar os lucros e a minimizar os gastos.

Paralelamente, um bom gestor agrícola tem plena noção de que um software de gestão agrícola facilita os mais diversos processos dentro da sua exploração agrícola, reduzindo os erros de operação e proporcionando uma maior economia no tempo de execução das tarefas da sua exploração agrícola.

Quer receber artigos como este no seu email? Subscreva a nossa newsletter e fique sempre a par.